“Administração de Vila Velha é motivo de chacota”, diz Arnaldinho

Na tarde desta quarta-feira (11/04), na Câmara de Vila Velha, o vereador Arnaldinho Borgo (PMDB) se pronunciou sobre o discurso feito por um parlamentar do município de Vitória – Deninho da Silva (PPS) – durante a sessão realizada por aquela Casa de Leis, nesta terça-feira (10). Usando o telão do plenário, Arnaldinho exibiu um vídeo mostrando as críticas e chacotas feitas por Deninho, devido às falhas da PMVV na prestação de serviços aos romeiros que participaram da programação da Festa da Penha deste ano.

“Faço questão de mostrar a todos como a Administração da nossa cidade está sendo vista pelas pessoas que moram em outros municípios. A visão que se tem da gestão de Vila Velha é de abandono, de desleixo, de descaso e falta de respeito com os cidadãos e os visitantes que todos os anos prestigiam nossa cidade, participando da Festa da Penha, que é um dos maiores eventos religiosos do Brasil. O exemplo que cito hoje consta no vídeo que está circulando nas redes sociais, em que o vereador de Vitória, Deninho, faz um relato crítico, em tom de indignação, sobre a falta de banheiros químicos, de iluminação pública, de lixeiras e de limpeza das ruas, durante os dias do evento", disse Arnaldinho.

E ele prosseguiu: "O pior é que Deninho tem razão, porque os problemas que ocorreram na Festa da Penha deixaram os romeiros, muitos deles já idosos, completamente desassistidos pela prefeitura, tendo que fazer suas necessidades no meio do mato, em locais impróprios, e se expondo a situações vexatórias, devido à ausência do Poder Público na oferta de uma infraestrutura adequada para a realização desta grande e importante festa popular”, assinalou.

No vídeo que Arnaldinho Borgo exibido em plenário, o vereador Deninho da Silva, afirma ser estarrecedora e vergonhosa a forma como a PMVV tratou os romeiros e demais participantes da Festa da Penha deste ano. “Mais de um milhão e meio de pessoas participam anualmente deste evento. Por isso, a prefeitura deveria estar mais presente durante toda a programação, garantindo serviços básicos de apoio aos romeiros. Mas o que vimos foi uma cidade escura, suja, abandonada, sem banheiros químicos e totalmente desprovida de estrutura para dar suporte à população e aos visitantes. Foi assustadora a impressão que tive da Administração de Vila Velha este ano, depois de constatar tamanha falta de respeito por parte do Poder Público Municipal”, disparou o parlamentar de Vitória.

MENTIRA

Ainda em seu pronunciamento na Câmara de Vila Velha, o vereador Arnaldinho Borgo apontou vários outros problemas de Vila Velha, decorrentes da falta de investimentos em iluminação e limpeza pública, e também das falhas de gestão do prefeito Max Filho. Em seguida, ele exibiu um outro vídeo, mostrando ao plenário uma reportagem de televisão sobre a situação da Rua Antônio de Almeida Filho, em Itaparica, que há 26 anos espera por obras de drenagem e pavimentação. Segundo a reportagem, apesar das várias promessas feitas pela PMVV e dos compromissos assumidos pela Administração, com os moradores locais, nada aconteceu até hoje e os problemas da rua, onde também funciona uma escola, continuam sem solução.


A reportagem também ouviu a justificativa apresentada pelo então secretário interino de Obras da PMVV, Luciano Machado, sobre a demora em realizar os serviços na Rua Antônio de Almeida Filho. Luciano Machado alegou que o atraso ocorreu devido ao alto custo das obras, que já teriam sido orçadas seis anos atrás, no valor superior a R$ 2 milhões. No entanto, após apresentar o vídeo, o vereador Arnaldinho exibiu uma planilha de custos mais atualizada, elaborada pela própria PMVV, em 2014, que desmente a alegação do secretário Luciano Machado.

O parlamentar comprovou que o verdadeiro custo das obras de drenagem e pavimentação da Rua Antônio de Almeida Filho, que foram orçadas três anos e meio atrás (e não há seis anos), era de R$ 1,6 milhão: “Não é possível que seis anos atrás essas obras teriam sido orçadas em mais de R$ 2 milhões. Se isso fosse verdade, hoje, este projeto custaria pelo menos o dobro, o que não procede. É lamentável ver o grau de desinformação das autoridades da PMVV, que por falta de conhecimento, competência e preparo, usam de mentiras para enganar o povo”, queixou-se.

Assista o vídeo abaixo e confira, na íntegra, este pronunciamento de Arnaldinho:

 

Departamento de Comunicação
Câmara Municipal de Vila Velha 
Editor Chefe: 
Claudio Figueiredo
Jornalista: Kárita Iana
Imagens/vídeo: Eder Denadai
Fotos: Léo Victor
Tel.: 
(27) 3349-3252
comunicacao@vilavelha.es.leg.br