Lorenzutti propõe serviço de compartilhamento de patinetes elétricos em Vila Velha

Depois da implementação do projeto “Bike Vila Velha”, os moradores da cidade também deverão contar, em breve, com o serviço de compartilhamento social de patinetes elétricos. Pelo menos é isso que espera o vereador Bruno Lorenzutti (PODE), autor do Projeto de Lei nº 6921/2018, aprovado pela Câmara Municipal em regime de urgência, na sessão desta segunda-feira (11/02), que dispõe sobre a criação deste novo serviço. Com o acolhimento do plenário, a matéria agora será remetida ao Poder Executivo, para fins de sanção.

De acordo com Lorenzutti, o aluguel social de patinetes elétricos vai incentivar o transporte alternativo, reduzir o número de veículos em circulação nas ruas, diminuir a emissão de poluentes no ar e estimular o desenvolvimento de novos projetos e obras de infraestrutura cicloviária.

 

“O uso de patinetes elétricos já é comum em diversas cidades do país e do mundo. Esses equipamentos são leves, dispensam o consumo de combustíveis fósseis, não poluem o ar e, além de serem utilizados de forma prática e fácil, proporcionam maior agilidade em deslocamentos de curta e média distância, sem impactar o trânsito e sem exigir esforço físico dos usuários”, justificou o vereador.

E ele completou: “Vila Velha possui um enorme potencial para o sistema de compartilhamento de patinetes, já que dispõe de uma rede cicloviária com aproximadamente 32 km de extensão e de inúmeras ciclofaixas e trechos de ciclovias em diversos outros pontos espalhados pela cidade. O fato de a maior parte do município se localizar em território de relevo plano também estimula o uso de bicicletas, patinetes e de outros modais alternativos de transporte. Vale lembrar que nas cidades onde o serviço de aluguel de patinetes foi implantado, a população mudou a forma de se deslocar para o trabalho, o lazer e o turismo, reduzindo assim o impacto urbano", informou.

Ainda segundo o projeto de Bruno Lorenzutti, o Sistema de Compartilhamento de Aluguéis de Patinetes Elétricos deverá integrar o Plano Municipal de Mobilidade Urbana e fazer interface com o Sistema Público de Transporte Coletivo. “A regulamentação desta Lei pela PMVV, caso ela seja sancionada, deverá acontecer no prazo de até 90 dias após sua publicação. A Administração deverá, ainda, promover campanhas educativas voltadas para o uso regular de patinetes, visando criar uma atitude favorável aos deslocamentos cicloviários alternativos. Desta maneira, o Poder Executivo poderá promover o planejamento espacial e territorial da cidade com base nos deslocamentos da população, o que certamente irá ajudar a solucionar parte dos problemas de mobilidade urbana do município”, encerrou o autor da proposição.

Conheça este projeto em detalhes acessando o link a seguir:
https://sapl.vilavelha.es.leg.br/media/sapl/public/materialegislativa/2018/5256/prot._6921-18_-.pdf

Departamento de Comunicação
Câmara Municipal de Vila Velha 
Jornalista responsável: 
Claudio Figueiredo
Imagens/vídeo: Eder Denadai
Fotos/artes: Rayssa Rocha
Tel.: (27) 3349-3252
comunicacao@vilavelha.es.leg.br