Serviço de Atenção Primária em Saúde da Família poderá incluir prevenção à violência contra idosos

Buscando garantir condições para melhorar a qualidade de vida da população idosa de Vila Velha, a Câmara Municipal aprovou em segunda discussão, durante a sessão desta segunda-feira (18/06), o Projeto de Lei nº 5.518/17, de autoria do vereador Zé do Renascer (PTC), que institui ações de prevenção à violência contra o idoso na cidade, como parte das atividades de "Atenção Primária de Saúde da Família". Com o acolhimento do plenário, a matéria agora seguirá para a sanção do Poder Executivo.

Zé do Renascer defendeu sua proposição alegando que a violência contra a pessoa idosa já se transformou em problema de saúde pública e que, desta forma, o município precisa intensificar medidas de proteção e melhorar o atendimento às vitimas, além de responsabilizar seus agressores. Segundo ele, o problema atinge cidades de todo o Brasil, onde a média de casos registrados oficialmente, por meio de denúncias de agressão contra idosos, chegou a 33 mil por ano.

“As políticas públicas destinadas à proteção dos idosos precisam avançar urgentemente, porque os casos de violência contra essa grande parcela da população têm aumentado consideravelmente. E não são apenas agressões físicas, mas também psicológicas, financeiras e até sexuais, além de maus tratos e abandono. As estatísticas sobre o Espírito Santo mostram que as famílias cometem 70% dessas agressões. Temos que reverter este quadro”, destacou.

Para Zé do Renascer, seu projeto agrega novas possibilidades de enfrentamento à violência contra o idoso, a partir dos serviços de atendimento à saúde que estão em contato contínuo com as famílias e cujos profissionais já conhecem a realidade e as situações vivenciadas pelos idosos de Vila Velha:

“É muito melhor utilizar profissionais já capacitados, que possuem contato direto com as famílias, para que as atividades de assistência primária em saúde também envolvam ações visando detectar sinais de violência contra os idosos. Assim, os casos mais graves poderão ser encaminhados para atendimento em instituições especializadas”, esclareceu o parlamentar.

Durante a discussão deste projeto do vereador Zé do Renascer, o Professor Heliosandro Mattos (PR) se manifestou e explicou ao plenário que a matéria não interfere nas atribuições da PMVV e nem cria novos encargos para o Poder Executivo. 

Acesse o link a seguir e conheça este projeto em detalhes: 
https://sapl.vilavelha.es.leg.br/media/sapl/public/materialegislativa/2017/722/722_texto_integral.pdf

 

Departamento de Comunicação
Câmara Municipal de Vila Velha 
Editor Chefe: Claudio Figueiredo
Jornalista: Kárita Iana
Imagens/vídeo: Eder Denadai
Fotos: Léo Victor
Tel.: (27) 3349-3252
comunicacao@vilavelha.es.leg.br