Câmara promove sessão solene em homenagem aos 50 anos da Igreja Maranata no Brasil

Na noite da última segunda-feira (11/06), a Câmara de Vila Velha promoveu, por iniciativa do vereador Reginaldo Almeida (PSC), uma sessão solene em comemoração aos 50 anos de ministério da Igreja Cristã Maranata do Brasil.

Participaram do evento os vereadores Arnaldinho Borgo (PMDB), Adeílson Hortisuper (PSD), Mirim Montebeller (PODE),  PM Chico Siqueira (PHS) e Bruno Lorenzutti (PODE), além do vereador do município de Vitória, Wanderson Marinho (PSC); do deputado estadual Hudson Leal (PRB); e dos pastores Gedelti Gueiros,  Amadeu Loureiro, Alexandre Brasil e José de Anchieta Carvalho.

 

A solenidade, abrilhantada pelo coral da igreja, transcorreu em meio a cantos de louvor e hinos, e contou com a participação de um grande número de fiéis. Todos acompanharam com alegria a entrega de homenagens a mais de 30 pastores e líderes das igrejas Maranatas no Espírito Santo.

Em seu pronunciamento, o vereador Reginaldo Almeida destacou a alegria e a honra de celebrar aquele momento especial e salientou que Vila Velha não poderia deixar a comemoração do jubileu da Igreja Maranata passar em branco: “Muitas vidas foram transformadas com a pregação da Palavra de Deus e com o trabalho evangelizador realizado pela Igreja Maranata. Esta homenagem vai ficar marcada na história de Vila Velha”, disse Almeida.


O parlamentar assinalou, ainda, que ao visitar a Igreja, percebeu que a propagação da Palavra de Deus é genuína e todo o trabalho desenvolvido pela congregação envolve o próprio significado da palavra “Maranata”, de que o “Senhor Jesus vem”.  

“Não sabemos quando, mas este dia vai chegar. É importante termos a consciência de que estamos aqui agora, mas temos que ter, em nosso coração, a certeza de que a Palavra de Deus é viva e verdadeira. Isso é o que falta na humanidade”, acrescentou Reginaldo Almeida.

Já o presidente e fundador da Igreja Maranata no Brasil,  Gedelti Victalino Teixeira Gueiros, agradeceu a Câmara Municipal e o vereador Reginaldo Almeida, pela homenagem. Em seguida, fez um relato histórico da Igreja Cristã Maranata no Brasil, fundada em 03 de janeiro de 1968, na cidade de Vila Velha. “O surgimento da nossa igreja se deu como resultado de um momento singular e profético, tendo a Bíblia como a única regra de fé e prática”, observou.

O pastor ressaltou também que até hoje não apenas os pastores, mas todos aqueles que se dedicam à Igreja Maranata, o fazem voluntariamente: “O trabalho voluntário é exercido como como uma opção de fé e gratidão em nome do nosso Deus”, salientou ele, comentando que nos cultos da Maranata, não há a prática de ofertas, inclusive para não constranger os visitantes.

Gedelti citou, ainda, os pastores que já presidiram a igreja e relatou os diversos projetos e missões realizadas nas mais variadas regiões do Brasil, contemplando  populações carentes. “Assim como a igreja primitiva, é importante mencionar que temos vivido essa mesma experiência, de que temos tudo em comum. Temos uma unidade doutrinária em que também buscamos uma administração centralizada para atender a todas as regiões do Brasil, independente do seu poder econômico. Maranata é uma palavra aramaica usada pelo Apóstolo Paulo para falar da grande esperança da igreja primitiva, que significa que o rei voltará. Estamos incumbidos de anunciar ao mundo que Jesus está às portas”, frisou.

Assista o vídeo abaixo e confira esta solenidade na íntegra:

 

Departamento de Comunicação
Câmara Municipal de Vila Velha 
Editor Chefe: 
Claudio Figueiredo
Jornalista: Kárita Iana
Imagens/vídeo: Eder Denadai
Fotos: Léo Victor
Tel.: 
(27) 3349-3252
comunicacao@vilavelha.es.leg.br