Tia Nilma lamenta óbito de paciente por falhas do serviço público de saúde

Na sessão desta segunda-feira (25/06), na Câmara de Vila Velha, a vereadora Tia Nilma (PRP) voltou a ocupar a tribuna do plenário para discursar sobre os problemas que a população da cidade continua enfrentando na área de saúde. Em tom de tristeza e indignação, ela contou o drama vivido pela senhora Maria Patrícia Gomes de Oliveira, de 40 anos de idade, viúva e mãe de uma filha, residente no bairro Terra Vermelha, que depois de uma “maratona” em busca de tratamento em postos de saúde e unidades de Pronto Atendimento, acabou falecendo no último dia 17 de junho, no Hospital Antônio Bezerra de Faria, devido a  complicações decorrentes de uma pneumonia e dois Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC’s).


Segundo Tia Nilma, o caso da senhora Maria Patrícia estava sendo acompanhado por uma assistência social do município, que não considerou a gravidade do quadro de saúde dela e nem classificou sua situação como prioritária. “No dia 13 de junho (uma quarta-feira), ela foi atendida no PA da Glória e depois de receber medicação errada – que havia sido destinada a uma outra paciente, que estava sentada ao seu lado – teve alta e foi encaminhada de volta pra casa. Mas no dia seguinte (quinta), ela ficou muito mal e na sexta (15), entrou em coma. Dois dias depois (no domingo), acabou falecendo, deixando uma criança órfã”, lamentou a vereadora.

 

Visivelmente consternada, Tia Nilma prosseguiu com seu discurso informando sobre várias outras arbitrariedades e problemas urgentes da área de saúde pública em Vila Velha – como a falta de medicamentos, a superlotação das unidades e a precariedade do atendimento de urgência e emergência – que vêm se agravando e contribuindo para a ocorrência de vários óbitos no município, sobretudo de pacientes em situação de extrema vulnerabilidade social, vitimados quase sempre por doenças que poderiam ser tratadas e controladas, como infecções e pneumonia, por exemplo.

“Nós, vereadores, que somos os representantes políticos mais próximos da população e mais acessíveis, temos que nos unir para enfrentar esta dura realidade. O quadro é desesperador. Não digo isso apenas para criticar os serviços públicos de saúde, e nem para fazer demagogia. Estou apelando para os meus pares nesta Casa de Leis porque nosso povo está desamparado e não tem a quem recorrer. As pessoas estão morrendo à míngua e as falhas que continuam comprometendo a qualidade dos serviços de saúde oferecidos pelo município se agravam mais a cada dia e não podemos nos calar diante disso”, salientou a parlamentar, que tem longo histórico de atuação em defesa dos direitos sociais dos cidadãos de Vila Velha.

Confira este discurso de Tia Nilma na íntegra, assistindo o vídeo a seguir:


 

Departamento de Comunicação
Câmara Municipal de Vila Velha 
Editor Chefe: 
Claudio Figueiredo
Jornalista: Kárita Iana
Imagens/vídeo: Eder Denadai
Fotos: Léo Victor
Tel.: 
(27) 3349-3252
comunicacao@vilavelha.es.leg.br